Notícias Câmara

A Câmara de Vereadores de Chapecó, realizou na tarde desta quinta-feira (17), sessão solene em homenagem aos 50 anos de fundação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Chapecó. O evento foi realizado na sede da entidade, no bairro Palmital, e atendeu requerimento de autoria do vereador João Marques Rosa (UB).

Representantes da instituição, alunos e autoridades acompanharam a sessão solene, que contou com homenagens e apresentações artísticas. O presidente da Câmara Adão Teodoro (PSD) e o vereador proponente, João Rosa, entregaram homenagens ao presidente da APAE Chapecó, Leandro Ugolini e aos autodefensores, Rozane Molinari e Marcos de Assis Soares.

Na sequência, o grupo de Ballet Apae Chapecó, fez a apresentação “Encontros – A cada um de nós cabe guardar as próprias histórias da forma como sentir ser a mais verdadeira e especial”. O presidente, Adão Teodoro, disse que a homenagem é justa pelos trabalhos prestados pela APAE. “A Câmara de Vereadores tem a missão de divulgar e homenagear instituições que engrandecem Chapecó”, destacou. Já o vereador João Rosa, lembrou do trabalho árduo da diretora, professores e colaboradores. “São profissionais que têm o propósito de melhorar o desenvolvimento de pessoas de todas as idades. É um trabalho extraordinário”.

APAE Chapecó

As atividades foram iniciadas em 1972, no antigo e extinto Grêmio Estudantil da cidade. Com uma visão futurista, a primeira presidente da entidade, Lídia Néri, defendeu a viabilização de uma sede própria, em terreno amplo que possibilitasse a ampliação das construções na medida que as necessidades fossem colocadas. Assim, em 1982, surgiu a sede própria, com terreno de 15 mil metros quadrados, na travessa encantado, 148 e, bairro Palmital. Atualmente, a APAE atende 356 usuários, desde o nascimento à terceira idade, que apresentem atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, deficiência intelectual e/ou múltipla e transtornos do espectro autista. Hoje, são 75 colaboradores atuando na entidade, sendo destes, 32 professores cedidos pela Fundação Catarinense de Educação Especial; quatro profissionais cedidos pela Prefeitura de Chapecó; 38 profissionais CLT e um prestador de serviços.